Navegando Pelo Conhecimento
Biblioteca
Informações
  • Sigla Biblioteca:
    • CESUPI
  • Nome da Biblioteca:
    • CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE ITAITUBA
  • Tipo de Biblioteca:
    • Biblioteca Central V
  • Número de assentos:
    • 43
  • Número de empréstimos domiciliares:
    • 600
  • Número de empréstimos entre bibliotecas:
    • 0
  • Realiza comutações bibliográficas:
    • Não
  • Usuários treinados em programas de capacitação:
    • 4
  • Possui rede sem fio:
    • Sim
  • Número de títulos do acervo periódicos impressos:
    • 550
  • Número de títulos do acervo de livros impressos:
    • 16200
  • Número de títulos de outros materiais:
    • 250
  • Oferece condições de acessibilidade:
    • Sim
  • Possui atendente treinado na língua brasileira de sinais - Libras:
    • Sim
A Biblioteca

A Biblioteca é um dos órgãos de apoio Técnico da Faculdade, sendo dirigida por Bibliotecária designada pela Entidade Mantenedora, que mantém sob sua guarda o acervo de, aproximadamente 7.700 livros, 720 periódicos e 162 mídias audiovisuais, todos organizados, de acordo com as normas técnicas especificas, com o apoio de 2 auxiliares.

Na referida biblioteca, são compatíveis os espaços para estudos individuais ou em grupos, sempre funcionando em três períodos, sendo, assim, eficiente com a procura.

A Biblioteca da Faculdade de Itaituba funciona em uma sala de 96 m² dividida  em 03 áreas:

  1. Área do acervo: com mais ou menos  40 m², com iluminação natural e artificial, piso e paredes de cor  branca,  facultando uma higienização adequada, mobiliada de maneira adequada
  2. Área de leitura individuais: com mais ou menos 46 m², com iluminação, piso e paredes nos mesmos moldes da área de acervo, mobiliada de maneira adequada
  3. Área destinada aos serviços de biblioteca: com mais ou menos 10 m², com iluminação, piso e paredes nos mesmos moldes da área de acervo, mobiliada de maneira adequada.

A biblioteca foi informatizada, possui o Sistema SOPHIA que cadastra todos os dados referentes ao acervo e programa de atualização, mas para isso da comunidade acadêmica, está sendo realizado treinamento dos funcionários para uso do novo programa. Foi propiciado, também, treinamento para os que trabalham em atividades pedagógicas, financeiras, secretarias, recepção e outros.

A sala destinada à Biblioteca possui iluminação artificial e natural, com boa ventilação, climatizada.

A responsável pela Biblioteca tem qualificação de nível superior, contratada desde a recomendação do projeto.

O horário de funcionamento da Biblioteca é de segunda à sexta-feira, das 13:00 horas às 23:00  e aos sábados das 7:30 horas às .12:30 horas.

O acervo inicial da Biblioteca era (até 2003) apenas a Bibliografia  Básica do 1o ano do projeto de curso. Após visita do MEC a Instituição adquiriu mais de 8.000 volumes,  indicadas pelos Professores e Coordenadores de Cursos e pelos Membros da Comissão Verificadora.

Há o serviço de empréstimo de livros, tanto para os integrantes da comunidade universitária como aos interessados da comunidade local vinculados à IES ( alunos, pais de alunos, funcionários, professores).  Os empréstimos atendem à comunidade interna com os seguintes prazos: 01 (uma) semana para alunos;  professores e funcionários: 15 (quinze) dias.

A comunidade externa serve-se da Biblioteca para consulta e pesquisa in loco. Para melhor atendimento dos cursos a ser criados, a Biblioteca está sendo equipada com multimeios e consultas on-line via Internet  e outras atividades afins.

A organização do acervo bibliográfico principal se fez antes do início do funcionamento dos cursos para  atender com presteza os seus usuários e ter a possibilidade de identificar as necessidades  para novas aquisições.

Quando recomendado o projeto de autorização e funcionamento da Faculdade de Itaituba montou-se um cronograma de aquisições de novas bibliografias para atender às necessidades de docentes e discentes que está sendo seguido pela IES.

São atribuições da Bibliotecária:

  1. manter sob sua guarda e responsabilidade o acervo bibliográfico da Faculdade;
  2. manter o acervo organizado, de acordo com as normas técnicas específicas da biblioteconomia;
  3. encaminhar à Entidade Mantenedora os pedidos de aquisição de livros e periódicos;
  4. enviar aos órgãos competentes relatórios, estatísticas e dados relacionados com o movimento da Biblioteca;
  5. exercer as demais atribuições decorrentes do cargo, disposições legais e regimentais ou que lhe forem atribuídas.

A bibliotecária é substituída, durante férias, faltas e impedimentos eventuais, por um auxiliar designado pelo Diretor Geral.  O funcionamento da Biblioteca é regulado por normas especiais, emanadas da Diretoria da Faculdade.

Escolha do Nome do Patrono

A principal motivação dos sócios do CESUPI para denominar a Biblioteca da FAI “Severino Simões de Almeida” é prestar uma homenagem ao grande  incentivador dos filhos à leitura e ao prosseguimento nos estudos, bem como pela idéia de implantar uma instituição de ensino na região, ainda  na década de  80.

Um leitor assíduo, sempre adquiria jornais (Diário do Pernambuco, Jornal do Comércio, Folha de São Paulo, O Estado do Paraná, A Gazeta, O Paraná), livros e revistas (O Cruzeiro, Manchete, Conhecer). Incentivava leituras aos filhos, aos homens Política e às mulheres Educação.  Para ele, o estudo era o maior investimento que um pai podia deixar para um filho.  Dizia: “O estudo é a maior riqueza que uma pessoa pode adquirir”.

Breve Biografia

Severino Simões de Almeida

Foto do Severino

  • Nome: Severino Simões de Almeida
  • Data de Nascimento: 01/10/1920
  • Filiação: Pai - Abel Simões de  Medeiros | Mãe - Maria Vasconcelos de Almeida
  • Escolaridade: Autodidata
  • Profissão: Funcionário Público Federal

 

Nascido em 01 de outubro de 1921 na Cidade de Itaperoá no Estado da Paraíba. Filho de Abel Simões de Almeida e Maria Soares de Almeida,  membro de uma família muito humilde não teve chances de cursar uma escola, pois passava o dia trabalhando na lavoura, à noite fugia para a casa Dona Maria, tia de João Suassuna  para aprender a ler. No exército continuou  seu estudo primário.

Casou-se em 1945 com Djanira de Sá Neves, com quem teve 14 filhos: Reusa, Reuma, Antonio, Severino Filho, Abel, Maria do Socorro, Djalmira, Iran, Hyurian, Huyrajá, Huynalmar, Reuva, Huynalvarone e Huynalvak.

Expedicionário da Segunda Guerra Mundial.

Sempre incentivou os filhos para estudarem, pagando professores para ensinar em casa, ou em municípios mais próximos .

Ingressou na carreira política em 1946, representando o partido da UDN, após candidatou-se cinco  eleições consecutivas e eleito em todos os pleitos, ocupando cargos como vereador, Presidente da Câmara de vereadores em Parnamirim, Pernambuco.

Na década de 60, no Estado do Pernambuco  exerceu a função de Agente Administrativo no Ministério da Agricultura. Trabalhou no Reflorestamento da Algaroba, devido  condições geográficas no estado, incentivava o plantio dessa vegetação que no período das secas servia  de alimento para o gado.Em 1972 solicitou sua transferência para o Estado do Paraná, onde residiu por 30 anos no município de Corbélia. Teve 14 filhos com Djanira de Sá Almeida, 32 netos e 14 bisnetos. Morou algum tempo no Paraguay onde tinha uma propriedade até a década de 80. Esteve nesta região de 1981 até 1982. Faleceu em 31 de agosto de 1999 em Corbélia, devido a um ataque cardíaco em quanto dormia.

Simbolo e Slogan

Simbolo da Biblioteca

Responsáveis Pela Biblioteca
  • Diretor Geral: MBA Abel Huyapuam de Sá Almeida
  • Diretor Acadêmico: Abel Huyapuam de Sá Almeida Júnior
  • Diretor Administrativo e Financeiro: Abel Huyapuam de Sá Almeida
  • Bibliotecária: Elanir Fernandes Cardoso
  • Auxiliar da Biblioteca: Dhemesbraene Soares da Silva. Licenciado Pleno em Pedagogia e Pós-Graduado em Docência Para o Magistério Superior.
  • Auxiliar da Biblioteca: Emanuele Limenza Barros. Graduando em Bacharel em Administração de empresas.
  • Auxiliar da Biblioteca: Roberto Limenza Barros Junior
  • Auxiliar da Biblioteca: Elizabete Erika Shaly